Ibovespa opera instável nesta quarta-feira - Informação & Entretenimento
Continua após a publicidade..

Ibovespa opera instável nesta quarta-feira


Na véspera, o principal índice da bolsa de valores recuou 0,32%, aos 117.841 pontos. Ibovespa opera em baixa, puxado pelo exterior.
Freepik
O Ibovespa, principal índice da bolsa de valores de São Paulo, a B3, opera instável nesta quarta-feira (19), com resultados benignos de inflação na Europa e à espera da decisão de juros na China.
Às 10h, o índice recuava 0,09%, aos 117.738 pontos. Veja mais cotações.
No dia anterior, o Ibovespa fechou em queda de 0,32%, aos 117.841 pontos. Com o resultado, o índice passou a acumular:
altas de 0,11% na semana e de 7,39% no ano;
queda de 0,21% no mês.

O que está mexendo com os mercados?
O principal destaque da manhã é a inflação no Reino Unido, que caiu mais do que o esperado em junho na base anual e atingiu o nível mais fraco em mais de um ano, de 7,9%. Os dados aliviam parte da pressão sobre o Banco da Inglaterra para continuar elevando a taxa de juros do país.
A libra esterlina enfraqueceu e os investidores reduziram suas apostas em aumentos futuros nos custos dos empréstimos, já que a inflação dos preços ao consumidor atingiu o nível mais baixo desde março de 2022, embora tenha permanecido acima das taxas vistas em outras economias grandes e ricas.
Economistas consultados pela Reuters previam uma desaceleração menor, para 8,2% nos 12 meses até junho, ante 8,7% em maio. O banco central disse em maio que esperava que a inflação de junho caísse para 7,9%, afastando-se do pico de 41 anos de outubro de 11,1%, mas ainda muito acima de sua meta de 2%.
“O Reino Unido ainda tem uma das taxas de inflação mais altas de qualquer economia avançada, mas depois de hoje parece apenas ruim, em vez de um caso perdido”, disse James Smith, chefe de pesquisa da Resolution Foundation.
Os mercados agora avaliam que um aumento de 0,25 ponto percentual nas taxas de juros em 3 de agosto é mais provável do que a alta de 0,5 ponto que era precificada na terça-feira.
O núcleo da inflação — que exclui os preços de alimentos, energia, álcool e tabaco e que o Banco da Inglaterra usa para medir as pressões de preços subjacentes — também caiu, chegando a 6,9% em comparação com a máxima de três décadas de 7,1% em maio. Economistas consultados pela Reuters esperavam que essa medida se mantivesse em 7,1%.
Já na zona do euro, o índice de preços ao consumidor chegou a 5,5% na janela de 12 meses fechada em junho, desacelerando de uma alta de 6,1% em maio, mostraram dados da Eurostat. O número veio em linha com a previsão de consenso de economistas consultados pelo “The Wall Street Journal”.
Na comparação mensal, o CPI avançou 0,3%, acelerando em relação à estabilidade registrada no mês anterior. O núcleo subiu 5,5%, em base anual, acelerando dos 5,3% de maio.
Sem maiores novidades no noticiário econômico, as atenções se voltam para crises geopolíticas. O presidente ucraniano Volodimir Zelensky acusou a Rússia nesta quarta-feira (19) de ter atacado “deliberadamente” locais utilizados pela Ucrânia para exportar grãos, três dias depois que o acordo sobre esses produtos expirou.
“Os terroristas russos apontaram deliberadamente contra as infraestruturas do acordo sobre grãos”, denunciou Zelensky em Telegram, e acrescentou que deseja “reforçar a proteção das pessoas e das infraestruturas portuárias”.
Na região ficam os três portos utilizados por Kiev para exportar seus produtos agrícolas no marco de um acordo com a Rússia que expirou na noite de segunda-feira. O anúncio de que a Rússia não renovaria sua participação em um acordo que permitia aos ucranianos exportarem grãos pelo Mar Negro pode ter um impacto nos preços globais dos alimentos.
Na agenda corporativa, a WEG reportou lucro líquido de R$ 1,37 bilhão no segundo trimestre, alta de 50% sobre o desempenho de um ano antes, impulsionada por redução de pressão de custos com matérias-primas como cobre e aço e demanda positiva nas regiões onde atua.
A empresa tem atuação na América do Norte, Europa e Ásia, além do Brasil, e teve geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de R$ 1,83 bilhão, avanço anual de 46%. A margem cresceu de 17,5% para 22,4%.
A empresa teve alta de 13,7% na receita líquida, para R$ 8,17 bilhões, praticamente em linha com os R$ 8,13 bilhões esperados por analistas, segundo dados da Refinitiv. A Weg anunciou ainda dividendos intermediários de 609,3 milhões de reais e um programa de recompra envolvendo até 1 milhão de ações.

Deixe um comentário