Google lança versão avançada do Gemini, sua inteligência artificial mais poderosa, e aposenta o nome 'Bard' - Informação & Entretenimento
Continua após a publicidade..

Google lança versão avançada do Gemini, sua inteligência artificial mais poderosa, e aposenta o nome 'Bard'


Agora, tanto a interface usada para conversar com o robô quanto o motor que alimenta a plataforma serão chamados de Gemini. Segundo o Google, a ideia é deixar claro que as pessoas estão o modelo mais complexo da empresa. Gemini terá aplicativo para Android e será integrado ao app do Google para iOS
Divulgação/Google
O Google começa a liberar nesta quinta-feira (8) a versão avançada e o aplicativo de sua inteligência artificial (IA) mais poderosa. E a ferramenta usada para interagir com o robô foi renomeada: antes conhecida como Bard, agora ela será chamada de Gemini.
Com a mudança, o Google unifica nomes de iniciativas nesta área. Agora, tanto a interface que serve para conversar com o robô quanto o motor responsável por alimentar a plataforma serão chamados de Gemini.
Segundo o Google, o objetivo é deixar claro para as pessoas que elas estão usando o Gemini, tratada como sua inteligência artificial mais poderosa. Veja as novidades anunciadas pela empresa:
💵 O Gemini Advanced, que dá acesso à versão mais completa do robô, agora está disponível em inglês – ele pode ser acessado no Google One AI Premium, plano que custa R$ 96,99 por mês;
✍️ Em breve, usuários do Gemini Advanced poderão usar a IA em outros serviços da empresa (Gmail, Documentos, Planilhas, Apresentações e Meet) — até hoje, a integração estava disponível apenas para usuários do Google Workspace e do Google Cloud;
📱 Além da versão web, o Gemini (antigo Bard) terá um aplicativo para Android e estará no app do Google para iOS – a atualização chega primeiro nos Estados Unidos e em inglês, mas será liberada em breve para mais países e idiomas.
O que é o Gemini Advanced?
O Gemini Advanced é a versão paga do “ChatGPT do Google”. Enquanto o plano gratuito dá acesso ao modelo de IA “Pro 1.0”, voltado para tarefas mais simples, o plano pago oferece o “Ultra 1.0”, que promete ser útil para ações mais complexas e que exigem mais raciocínio lógico.
O “Ultra 1.0” conseguiu superou especialistas humanos em um teste de conhecimento e solução de problemas que combina 57 áreas, como matemática, física, história, direito e medicina, de acordo com a empresa.
O Google diz que, neste modelo, o Gemini pode manter conversas mais longas e interpretar melhor o contexto a partir de mensagens mais antigas. É possível usar esta versão para criar questionários sobre o assunto você está estudando ou criar códigos de programação complexos, por exemplo.
Gemini Advanced
Divulgação/Google
Como usar o Gemini no Android e no iOS?
O Gemini terá um aplicativo próprio para Android, onde vai substituir o Google Assistente em várias tarefas, como definir alarmas, fazer ligações e controlar dispositivos inteligentes. No iOS, ele será integrado ao app do Google, que mostrará um botão para começar a conversa com a IA.
As versões do Gemini para Android e iOS chegarão primeiro para os EUA e em inglês, mas serão liberadas para mais países e idiomas em breve. Com o robô no celular, será possível interagir por texto, voz ou foto.
Gemini, inteligência artificial do Google, terá aplicativo para Android e será integrado ao app do buscador no iOS
Divulgação/Google
Como funciona o Gemini, a inteligência artificial mais poderosa do Google

Deixe um comentário