Primeira viagem tripulada da Starliner é adiada novamente por problema técnico

Primeira viagem tripulada da Starliner é adiada novamente por problema técnico

A primeira missão da Starliner, da Boeing, para levar humanos ao espaço foi adiada para 21 de maio por problemas com o sistema de propulsão da espaçonave, informou a Boeing nesta terça-feira (14).

A missão da Starliner com dois astronautas da Nasa estava marcada para decolar da Flórida na semana passada rumo ao espaço, mas um problema técnico no foguete Atlas 5 já havia provocado um adiamento para a próxima sexta-feira (17).

Um novo problema técnico, agora com a própria Starliner, gerou outro adiamento até, pelo menos, a próxima terça-feira (21), segundo um comunicado da Boeing.

“As equipes da Starliner estão trabalhando para resolver um pequeno vazamento de hélio detectado no módulo de serviço da espaçonave”, disse a Boeing, acrescentando que os engenheiros localizaram o vazamento em um componente de um dos 28 controles de propulsores que são usados para manobrar na órbita da Terra.

Esse é o mais recente atraso de um programa que está anos atrás do cronograma e mais de US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 7,7 bilhões) acima do orçamento.

A Boeing está desenvolvendo a Starliner há mais de uma década para dar à Nasa uma segunda espaçonave norte-americana com capacidade de transportar astronautas para a Estação Espacial Internacional. A cápsula Crew Dragon, da SpaceX, construída no mesmo programa da Nasa, lançou humanos ao espaço pela primeira vez em 2020.

A missão atual da Starliner será o último teste antes da espaçonave ser certificada pela Nasa para realizar missões de voo rotineiras com astronautas para a estação. A Boeing completou uma viagem sem tripulação da Starliner para a estação em 2022, após anos de problemas técnicos e administrativos.

douglasc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *